INTERPRETAÇÃO - O Método de LEE STRASBERG, do Actor's Studio


Mesmo Strasberg sendo considerado o criador do método nos Estados Unidos, ele acabou se dedicando completamente a Memória Emocional, essa que depois foi estudada mais a fundo pelo próprio Stanislavsky e retirado como um exercício válido para os atores, isso no sentido de reviver as próprias vivências como gatilho principal para o personagem e não a memória análoga.


Lee dividiu esse conceito em memória sensorial (relacionada aos sentidos) e memória emocional (relacionado com as experiências vividas). Parte da idéia de que a formação desses relatórios leva para o domínio do ator sobre os conteúdos inconscientes da sua psique, mostrando uma reinterpretação curiosa de conceitos da psicologia. Estes conteúdos são o motor do desempenho, então a ação é concebida como um resultado e não uma causa e deve ser constantemente monitorada pelos sentidos e concentração. Nas palavras de Strasberg, a ação só deve entrar em jogo quando o ator aprender a reagir ou sentir. Assim, uma grande parte do processo de aprendizagem do aluno ou a preparação do papel, o ator profissional, destina-se a realizar exercícios de relaxamento e emoção-sensorial de treinamento. Para conseguir a liberdade criativa no palco (que nestes termos significa experimentar emoções) é necessário que o ator seja liberado de toda a tensão. É para este fim, que são desenvolvidos uma série de exercícios que detectam e eliminam a rigidez do corpo. O mais importante e mais conhecido é o exercício "a cadeira".


· O ator se senta em uma cadeira e começa a monitorar mentalmente todas as partes do corpo procurando e tentando eliminar o stress. Você pode contar com a ajuda de um parceiro ou o mesmo professor que assuma cada parte do corpo e verifique se você está realmente relaxado. Isso pode ter massagens ou movimentos na área afetada (por exemplo, deixar cair um braço para verificar a tensão). Este exercício abrange da cabeça aos pés e pode durar aproximadamente uma hora.


Segundo Strasberg, uma vez que o corpo do ator esteja relaxado, a emoção flui desimpedida, para que, no final do exercício, o estudante possa verbalizar e expressar suas emoções através de sons.


Existem muitos outros exercícios além desses. Deve lembrar que Lee sugere evocar objetos até atingir o ponto de misturar várias evocações ao mesmo tempo, por exemplo: (café imaginário durante a leitura de uma carta imaginária). Ele também procura recriar sensações como calor do sol ou de uma dor aguda. Isto também vale para os mais simples até os mais complexos, até para evocar um sentimento geral, como um banho no chuveiro.

Além disso, os exercícios são realizados para remover as inibições, tal como o "momento íntimo" ou "momento privado". O mais correto é executar a ação na frente dos outros, ações que seriam realizadas apenas quando você estivesse sozinho. Este exercício também pode levar uma hora e pode ser misturado com a evocação de objetos ou sensações, etc.


Abaixo os exercícios mais utilizados do método Strasberg;


1) RELAXAMENTO


Um importante objetivo dessa ação é o método para se livrar das tensões musculares que mantém o instrumento dos atores completamente livre. Strasberg acreditava que os atores poderiam relaxar seus músculos num estado superior de concentração e receptividade.



2) SENTIDO MEMÓRIA E CONCENTRAÇÃO


O ator desenvolve concentração através de exercícios de sentido memória. Como o nome sugere, o sentido memória é o uso dos sentidos dos atores em recordar objetos e experiências. Um ator do método começa explorando um objeto real, como uma xícara de café, através de todos os cinco sentidos, em seguida, coloca o objeto para baixo e tenta lembrar a experiência sensorial que o objeto parecia, qual o gosto, o cheiro, etc. Um ator mais experiente trabalharia num exercício recordando uma experiência, como por exemplo, estar doente ou com fome.


Esses são alguns exemplos de exercícios sentido memória que atores mais avançados trabalhariam; sensações, tais como estar na chuva ou calor extremo, explorando um lugar com os cinco sentidos ou explorando um objeto de valor sentimental.


Esses exercícios combinados com outros ajudam os atores acreditarem nas circunstâncias da cena dando mais foco e concentração.



3) MEMÓRIA EMOCIONAL


Nesse exercício o ator usa a memória sentido para recordar experiências passadas. Em vez de tentar lembrar ou forçar uma emoção, o ator recria com seus sentidos as circunstâncias de sua própria experiência. Por exemplo, ele teria que usar a memória para recriar onde estava no momento, o que ele cheirava, os sons que ouviu, etc. Com a prática, o ator pode provocar uma determinada emoção para seu personagem em questão de segundos, bastando recordar um cheiro ou som único.

OBS: ESSE EXERCÍCIO FOI DEIXADO DE LADO POR STANISLASKY QUE MUDOU O EXERCÍCIO PARA A MEMÓRIA ANÁLOGA.



4) CARACTERIZAÇÃO


Lee desenvolveu também vários exercícios para ajudar os atores a criarem personagens mais verdadeiros no palco. O mais conhecido é o exercício dos animais, onde o ator irá observar um animal e em seguida tentar criar a experiência de ser o animal através dos seus cinco sentidos. Com a prática ele pode pegar vários atributos dos animais e incorporá-los no papel. Um exemplo no cinema desse exercício é no filme Touro Indomável, onde ROBERT DE NIRO incorpora em seu papel os atributos de um caranguejo, o que lhe da a curvatura e movimentos exatos para a luta no ringue, olhando de cima pra baixo é exatamente a figura do caranguejo em cena.


5) TRABALHO DE CENA


Lee também orientava os atores como trabalhar uma cena. Os atores usam uma lista de perguntas quando estão se preparando para o papel como; Quem sou eu? Onde estou? etc... Este método encoraja o uso da improvisação e de substituição para tornar a cena mais real para o ator (ex: o ator pode imaginar seu melhor amigo no lugar do seu parceiro de cena, se eles tiverem problemas com a relação)


Existem muitos exercícios no método e ele se espalha com a visão que cada um teve do sistema Stanislavsky, o que mais se aproxima ou posso dizer mais fiel, é a técnica Adler, o restante são ramificações que bem trabalhadas são muito interessantes para a preparação do ator, como técnica Meisner e Chekhov, entre outras.


Fonte

39 visualizações

Alexander Zimmer 2017® Todos os direitos reservados

Alexander Zimmer - Preparador de Atores
Tel: 21 99258-9865 - Rua Arco-íris, 157, 
Anil

Rio de Janeiro, 22750-110 - Brasil